Informativo Radioativo 23-04-2018

Engenho de monocultura de cana de açúcar é ocupado em Pernambuco

Dando continuidade a Jornada de Lutas de abril, em defesa da democracia, denuncia da impunidade dos 22 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás, 02 anos do golpe contra a Presidente Dilma Rousseff e por Reforma Agrária, o MST de Pernambuco ocupa mais um latifúndio, o Engenho Poços da Usina Santa Tereza foi ocupado por 100 famílias no município de Itaquitinga localizado na região da Mata Norte.

Junto a esse processo, mais uma Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária Popular vai se concretizando, na capital do estado, Recife, com atividades na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) do 24 a 27 de abril.

O intuito da Jornada Universitária pela Reforma Agrária (JURA) é se somar a Jornada de Luta pela Reforma Agrária, que traz a denúncia ao modelo de produção Capitalista que mata, mutila e adoece, visibilizando a resistência das populações do campo, sua identidade, símbolos e luta.

Na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) com análise de conjuntura e a importância do Congresso do Povo, violência no campo, 20 anos de educação do campo e fechamento de escolas, agroecologia, construção de horta, e visitas as áreas de reforma agrária na região metropolitana.Em Caruaru as atividades vão acontecer no Centro Acadêmico do Agreste (CAA), nos dias 23 e 24 de abril.

A Jornada vem cumprindo o papel de colocar o debate da Reforma Agrária como pauta de discussão para dentro da Universidade, como também relembrar o massacre de Eldorado dos Carajás e a impunidade que até então segue, como também trazer a tona o Abril Vermelho.

Fonte: site do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)

Campanha Justiça para Mário consegue vitória

Na última sexta-feira aconteceu a expulsão da polícia militar de Luiz Fernando Borges, que torturou e executou Mário Andrade, em 25 de julho de 2016. Na ocasião Mário junto com um amigo estava andando de bicicleta pela avenida Dois Rios, quando encostou na moto do ex-policial. Luiz Fernandes exigiu que o jovem deitasse no chão e em seguida atingiu o jovem com uma coronhada e três tiros.O ex-policial apresentava sinais de embriaguez na ocasião.

A visibilidade do caso e consequente expulsão são frutos de uma intensa Campanha de Justiça liderada por Joelma Lima, mãe do Mário. Nesses quase dois anos foram realizadas vigílias, ações comunitárias e marchas. E a exoneração deste ex-sargento reformado é uma vitória coletiva, especialmente da comunidade do Ibura. Sendo assim, uma conquista estratégica na luta contra o genocídio do povo negro em Pernambuco.

O grupo em torno da Campanha de Justiça para Mário Andrade afirma que continua mobilizado e em vigília permanente, pois a Campanha acredita na força e organização do povo preto. Em nota afirmam: “Não vamos parar até a condenação no júri popular deste ex-sargento. E, além disso, buscaremos também a condenação do estado de Pernambuco por conivência nesta execução brutal”.

Em outro post nas redes sociais o grupo da Campanha por Justiça explica a importancia da exoneração:
“No Brasil quando um PM comete um crime ele não é julgado pela justiça comum, ele é julgado pela justiça militar. Ou seja, militares julgando militares. Com a exoneração o ex-PM Luiz Borges será julgado como um civil. Isso não garante que a justiça seja feita, mas é um passo importante. O assassino estava detido no Centro de Reeducação da Polícia Militar de Pernambuco desfrutando de vários privilégios, mas agora foi transferido para um presídio comum para esperar o julgamento lá. Ainda não há data pata o julgamento. Este deverá acontecer no formato de júri popular e por isso é importante manter a mobilização”.

Mário presente!

Fonte: Campanha Justiça para Mário Andrade.

Começa Campanha de Vacinação contra a gripe

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (23). No Recife, 170 postos de saúde fixos estarão abertos das 8h às 17h para fazer os atendimentos, que vão até o dia 1º de junho. A meta da secretaria municipal é imunizar 90% do público alvo. O Dia D contra a influenza está marcado para 12 de maio, véspera do Dia das Mães.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, terão prioridade para a vacinação crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e mulheres no príodo pós-parto. Também devem ser imunizados os maiores de 60 anos e profissionais das redes pública e privada de educação e de saúde.

Integram, ainda, o grupo prioritário pessoas de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, além de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. São os casos em que o paciente tem duas ou mais doenças simultâneas.

Algumas pessoas precisam apresentar documentos que provem a necessidade da vacinação. São elas: profissionais das redes pública e privada de educação e de saúde. Nesses casos, o poder público exige comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

Mulheres no período pós-parto necessitam de comprovação de que passaram por parto nos últimos 45 dias.

Em Olinda, são 50 postos disponíveis para a aplicação da vacina contra a gripe. As unidades ficarão abertas das 8h às 17h.

Fonte: portal G1

Começa o Acampamento Terra Livre 2018

Face ao cenário de barbárie, que atinge não apenas os povos indígenas, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) convoca aos povos e organizações indígenas de todas as regiões do país para a maior mobilização nacional indígena do ano – o Acampamento Terra Livre (ATL) que será realizado em Brasília – DF, no período de 23 a 27 de abril de 2018, com o objetivo de:
“Unificar as lutas em defesa do Brasil Indígena – Pela garantia dos direitos originários dos nossos povos“.
O ATL prevê discutir e definir posicionamentos sobre a situação dos direitos fundamentais dos nossos povos no âmbito dos distintos poderes do Estado, principalmente o territorial (demarcação, proteção e sustentabilidade) e sobre as políticas públicas específicas e diferenciadas conquistadas nos últimos anos (saúde, educação, PNGATI, CNPI etc.) bem como sobre o crescente clima de criminalização, violência e racismo institucional contra os nossos povos, comunidades e lideranças indígenas. Isso implicará em mobilizações e manifestações junto aos órgãos e instancias do poder público envolvidos em principio com a proteção e promoção dos direitos dos povos indígenas e a implementação das políticas públicas que nos dizem respeito.

A APIB disponibilizará as condições de logística, infraestrutura e alimentação para acolher as delegações. As delegações estão sendo recepcionadas a partir de hoje pela manhã, segunda-feira, 23 de abril, no local do Acampamento. As atividades da mobilização acontecerão durante 04 dias intensos, de 23 a 26 de abril, ficando para retornar aos territórios no dia 27.

Mais informações – Assessoria de Imprensa do ATL:
Patrícia Bonilha – (61) 9 9643-8307 / patricia.bonilha@greenpeace.org
Letícia Leite – (61) 9 8112-6258 / leticialeite@socioambiental.org

Fonte: CIMI

Senado discute Lei para retirar rótulos dos transgênicos

A Comissão de Meio Ambiente do Senado aprovou, na terça-feira (17), o projeto de lei que extingue o uso obrigatório do selo indicativo de transgênicos. O símbolo, representado pela letra ‘T’ no interior de um triângulo amarelo, começou a ser adotado em 2003 e é exigido na indústria como forma de alertar o consumidor sobre componentes geneticamente modificados em alimentos.

Além de aposentar o símbolo, o projeto tiraria de produtores a obrigação de citar a presença de transgênicos nos rótulos dos produtos caso sua concentração represente até 1% da composição total. Em quantidades superiores a 1%, as embalagens contariam com descrições por escrito, como a mensagem: “contém milho geneticamente modificado”, por exemplo. A lei atual não estabelece nenhum percentual específico. Por causa disso, a obrigação de indicar no rótulo a presença de transgênicos deve ser seguida por todos os alimentos, independentemente da quantidade.

O projeto de lei n° 34, de 2015 é de autoria do deputado Luiz Carlos Heinze (PP-RS). A medida visa alterar a Lei de Biossegurança (Nº 11.105). Ele já foi aprovado na Câmara dos Deputados. Agora, está sendo analisado pelo Senado.

Fonte: Nexo Jornal

Governo começa a terceirizar agências inteiras do Banco do Brasil

Desde que o governo Temer tomou o poder, o Banco do Brasil não para de encolher e se descaracterizar. Em parceria com a iniciativa privada, a instituição está abrindo “lojas de atendimento” com funcionários terceirizados que fazem serviços de bancários. No dia 10 de abril foi inaugurada, em São Paulo, uma unidade sob o conceito “Mais BB Padronizado”.

Implantada em parceria com a corretora de seguros Barraconi e a Promotiva, que se autodefine como “gestão especializada de correspondentes bancários”, a unidade oferece a comercialização de produtos e foi “apadrinhada” pela agência Parque Boturussu, na zona leste da capital paulista.

Adriana Ferreira, dirigente sindical pelo Banco do Brasil, destaca que primeiro a direção do Banco do Brasil sob o comando do governo Temer fecha centenas de agências, promove reestruturações, planos de demissões e descomissionamentos que resultaram no sucatearam da instituição pública. Segundo ela, o banco passou a terceirizar o atendimento respaldado pela nova legislação trabalhista que permite a terceirização de todas as atividades de uma empresa.

De acordo com dados do balanço do Banco do Brasil, em setembro de 2016, a instituição contava com 112 mil funcionários e 5 mil 430 agências. Em dezembro de 2017, e empresa encolheu para 99 mil bancários e 4 mil 770 unidades bancárias. São 13 mil 590 postos de trabalho e 660 agências a menos em pouco mais de um ano.

O sucateamento resulta na insatisfação dos clientes. No primeiro trimestre de 2018 o Banco do Brasil foi a terceira instituição financeira com mais de quatro milhões de clientes que mais teve reclamações consideradas procedentes pelo Banco Central.

Fonte: Agência Púlsar

Horários do programa

Segunda: 8h [[AO VIVO]]
Terça: 20h (reprise)
Quarta: 8h [[AO VIVO]]
Quinta: 20h (reprise)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

What is 13 + 11 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANT! To be able to proceed, you need to solve the following simple math (so we know that you are a human) :-)